Mudar…de País! Parte 3

Oiii Pessoal, hoje é o último post sobre mudar de país 😦 😦 😦 mas não se preocupem que essas lindas vão estar por aqui sempre!!! Quem vai fechar essa parada com chave de ouro é a Priscila linda que está lá em Dublin e reservou um tempinho para contar sua experiência pra gente! Então bora pra entrevista! pri Nome: Priscila Moitinho País: Irlanda Mora com: República Viajou sozinha 😮

1. Quando decidiu que iria morar fora?

A ideia de morar fora havia surgido há alguns meses, mas a decisão de morar fora aconteceu quando me vi frustrada e infeliz no trabalho. Queria mudar de emprego, área e país. Queria iniciar novos projetos e novos sonhos, mas o que me impedia de jogar tudo pro alto e correr o risco era o medo de enfrentar o mercado de trabalho sem o domino do inglês. Como não tinha mais paciência para continuar nos cursos de inglês que temos por ai, decidi largar tudo, pedir as contas do trabalho, deixar o namorado (temporariamente) e estudar, viver novas experiências, me descobrir e amadurecer em Dublin, Irlanda.

IMG_2958

2. Qual o principal objetivo da viagem?

Inicialmente era o idioma, ainda mais porque eu não sabia o que esperava aqui. Mas a experiência vai muito além do aprendizado do inglês, aqui você aprende a se virar sozinho, aprende a cozinhar, lavar, limpar, aprender a fazer orçamento doméstico, aprende a ser feliz sozinho e rodeado de novos amigos. Ser independente é muito bom, dá muito trabalho, mas vale a pena.

3. Qual foi a sensação que teve quando o avião deu partida para o seu destino?

Puxa vida, pensei, agora não dá  mais pra desistir, vou ter que sobreviver a isso e fazer valer a pena!

Mas os primeiros momentos são incríveis, é tudo novo e tudo é motivo de festa.

4. A viagem está sendo como esperado ou está indo além das suas expectativas?

Ainda me surpreendo todos os dias com situações do cotidiano irish, com o clima, paisagens e com pessoas incríveis, bondosas e parceiras que conheci aqui. Recebi ajuda de onde menos esperava e de forma desinteressada, isso foi o que mais me surpreendeu.

O shock cultural foi imediato e a barreira do idioma no inicio me assustou um pouco, mas, com o tempo foi deixando de ser um problema e passou a ser um desafio.

IMG_3172

5. O que tem de mais legal no país que está? Quais são os lugares que visitou e indica?

Apesar de estar aqui há um tempinho, ainda não conheci toda a Ilha Esmeralda. A Irlanda é linda e pequena, você consegue visita-la facilmente de carro numa viagem de poucos dias. Estou esperando meu namorado chegar aqui (esse mês ele chega J) para visitarmos juntos alguns lugares.

Mas consegui visitar num dia não tão chuvoso as famosas falésias da Irlanda, Os Cliffs Of Moher,  foi o lugar mais lindo, calmo, deslumbrante e misterioso que já estive. Você consegue ver a imensidão do mar, penhascos assustadoramente altos e um castelo no final, tudo isso há muiiiiitos metros de altura.

O lugar é mágico!

Visitei também o castelo de Malahide, lindo, uma gracinha.  Você consegue visita-lo com uma viagem curtinha de trem.

Como cheguei no final do verão, fui em poucas praias que ficam próximas a Dublin. Mas valem muito a pena pelo visual e trilha, como Greystones e Bray.

IMG_2895 IMG_3242

6. Como faz pra lidar com a saudade?

Isso é um grande mistério, porque eu ainda não tive “aquele” momento de bad. Falo com meus pais toda semana e sempre mando msg de texto. Com meu namorado falo o tempo todo, mando muitas fotos e vídeos, ele já conhece quase todos os meus amigos por nome rsrs.  A tecnologia ajuda, mas pode atrapalhar se você não se desligar um pouco do Brasil. Tento viver Dublin em Dublin, o Brasil está a salvo me esperando, não dá pra transformar isso aqui num pequeno Brasil, se não a experiência não será completa.

IMG_2949

 7. Quem você gostaria que aparecesse ai do seu lado num passe de mágica?

Minha mãe com certeza. Quando algo dá certo ou errado penso nela na mesma hora. Ela sempre tem algo perfeito pra me falar e que faz muito mais sentido porque estou longe. Queria que ela visse tudo de lindo que já vi aqui, queria muito compartilhar com ela as experiências boas.

8. Já consegue falar a língua e entender facilmente?

A gente se vira né rsrs!!! Melhorei muito desde que cheguei e já estou feliz com essa conquista, porém muito consciente que tenho muito que o melhorar.

Consigo me fazer entender  e compreender o que ouço, o que não ajuda é o sotaque carregado dos nativos da cidade, é bem difícil de entender o que um irish idoso fala!

 9. O que não fazia de jeito nenhum aqui no Brasil e quando se deu conta estava fazendo tranquilamente ai?

Trocar fraldas de bebê rsrs!!

Nunca tinha feito isso antes!

Foi um grande aprendizado para a vida, para quando eu decidir me tornar mãe!

Como trabalho numa creche, aprendi a cuidar de crianças, trocar, alimentar, ensinar e  brincar. Não é fácil, criança dá muito trabalho. Mas as crianças irlandesas são muito fofas, lindas, educadas, obedientes, calmas, amáveis, com algumas ressalvas, é claro rs!!

10. Conte-nos o que aprendeu e está aprendendo com essa experiência de morar fora. Qual a lição que tira de tudo que está vivendo?

Uau, são muitas coisas. Eu nunca tinha experimentado tanta liberdade, apesar de já ter 27 anos ainda morava com meus pais, e a sensação de liberdade e independência é incrível.  Tive que me desapegar da comodidade, facilidades e regalias que tinha no Brasil e não morri, cresci na verdade. Isso faz um bem danado.

Confiar em pessoas que você acabou de conhecer, isso é um exercício diário que você faz quando vai morar fora do Brasil. Demora pra conseguir, mas é muito bom.

Brasileiro chega em qualquer lugar do mundo assustadinho, com medo de assalto, golpe ou ser feito de bobo.  Ficar sempre esperto não faz mal a ninguém, mas a gente tem que abrir a guarda sim.

Ter amigos de outras nacionalidades é a melhor forma de conhecer outro país de ir de fato pra lá. É bom demais conviver e se descobrir com pessoas de outras culturas.

Se sentir um cidadão em outro país, trabalhar, usar o metro, pagar contas, estudar. É muito bom ver como as coisas funcionam fora do Brasil.

Viajar não precisar ser caro, não precisa ser complicado, você só tem que desapegar e se jogar. Mas cuidado, vicia! E a Europa só está começando para mim.

IMG_3163

Nem preciso falar o quanto AMEI preparar esses posts, mas agora quero saber de vocês, depois de ler todas as entrevistas deu vontade de viajar e se jogar no mundão? Ou deu aquele empurrãozinho para você tomar iniciativa de fazer algo? Me contem tudo e até mais!

Prii obrigada pela entrevista, pelas fotos, ameeei viajar por Dublin…rs bjoss

Mudar…de País! Parte 2

Eeeeeba! Hoje tem mais um post lindo sobre mudar de país! O que vocês acharam do primeiro post da Joelma? Se emocionaram? gostaram dos lugares que ela já conheceu no Japão? Bom tenho uma notícia para dar pra vocês: vai ter muito mais emoção e muitos lugares lindos ainda essa semana! ❤

E quem vai contar sua experiência hoje é a minha amiga Daniele Kinner, ela decidiu fazer um intercâmbio para ter mais independência e aprender uma nova língua…mas ela está aprendendo muito mais do que isso, vamos conferir?

bi001

Nome: Daniele Kinner Borba

País: Estados Unidos

Mora com: Host Family

Viajou sozinha 😮

A Dani escolheu a música “Summer” do Calvin Harris como trilha sonora da sua viagem, “animada como todos os dias que eu tenho vivido aqui”. Dá um play então para acompanhar a entrevista! 🙂

1. Quando decidiu que ia morar fora?
já queria realizar esse sonho de morar fora há muito tempo, porém sempre me faltou dinheiro e coragem!
Quando minha vida começou a caminhar para um caminho confuso, vi que era a hora de planejar e ir! E em junho deste ano consegui finalmente fechar minha viagem para Santa Barbara, na Califórnia, pra ficar três meses estudando inglês.
bi5

2. Qual o principal objetivo da viagem?
O principal objetivo sempre foi pra mim criar independência, mas é claro que aprender uma nova língua é definitivamente essencial para aperfeiçoar a vida profissional.
bi6
bi7

3. Qual foi a sensação que teve quando o avião deu partida para o seu destino?
Eu estava muito nervosa, porque sabia que a partir dali sairia da minha zona de conforto e encararia o desconhecido, naquele momento respirei e deixei nas mãos de Deus! No meu coração tinha certeza que daria tudo certo.

4. A viagem está sendo como esperado ou está indo além das suas expectativas?
Está sendo muito mais do que eu esperei em todos os sentidos. Seus sentimentos quando encara uma viagem como essa triplicam de tamanho e intensidade, tudo é vivido com a sensação de ser a primeira vez.
bi1

5. O que tem de mais legal no país que está? Quais os lugares que visitou e indica?
As praias da Califórnia são incríveis, mas super recomendo ir pra Las Vegas, no estado de Nevada, um lugar onde tudo pode acontecer. Acredite! Tudo pode acontecer. Fui para San Diego, outro lugar incrível, com praias lindas e por lá visitei o Sea World e o Zoo que aliás é imenso e cheio de animais lindos e raros. Tudo aqui é intenso, e Santa Barbara ganhou um lugar bem importante no meu coração!
bi2

bi8
bi4

6. Como faz para lidar com a saudade?
Eu ligo pra minha familia quase todos os dias, com essa tecnologia via face time tudo fica muito mais fácil! Mas tem horas que o coração aperta seguido de uma vontade imensa de chorar e gritar, mas logo vem a razão e a maturidade de que isso esta sendo muito importante pro seu crescimento e tudo fica claro, calmo e bem.

7. Quem você gostaria que aparecesse ai do seu lado num passe de mágica?
Minha mãe, a pessoa que conhece cada cantinho de mim, que pega na minha mão quando as coisas não estão bem, que traz a luz quando eu me perco no escuro, que me faz enxergar quando fecho os meus olhos de medo, que me completa como corpo e alma.
Aliás vou aproveitar esse espaço pra dizer que estou morrendo de saudade de você, minha eterna melhor amiga! Mãe eu te amo!

8. Já consegue falar a língua e entender facilmente?
Estou compreendendo muito melhor do que eu verdadeiramente esperava, mas sei que isso vem devido ao grande esforço e determinação que eu coloco nos meus desafios.

bi3

9. O que não fazia de jeito nenhum aqui no Brasil e quando se deu conta estava fazendo tranquilamente ai?
Muitas coisas, como não estar dirigindo muito e fazendo coisas a pé, sem pressa de chegar. Tenho respirado mais e dado valor as coisas pequenas e aos momentos únicos da vida, como ver um pôr do sol ou sentir a chuva cair! Não faço no Brasil mas vou definitivamente fazer. Um brinde as coisas simples da vida!
bi9

10. Conte-nos o que aprendeu e está aprendendo com essa experiência de morar fora. Qual a lição que tira de tudo que está vivendo?
Seja respeitoso e paciente com os outros, você não sabe a quantidade de problemas que eles também tem. Seja feliz e abrace as melhores coisas na vida, nada é para sempre, então valorize cada momento que você vive e viveu, nunca desista dos seus sonhos. Se você pode sonhar, você pode realizar. Sou uma prova de que eles podem acontecer! 🙂

Pelegaaa, você não sabe o quanto me emocionou com suas respostas! Muitoooo Obrigada!

Gente eu espero de verdade que dá mesma forma que eu sinto que cada resposta vem do coração, para impulsionar, para lutar e emocionar chegue até vocês, estou muito feliz com essa experiência de “viajar” através das palavras dessas meninas!! E olha que ainda não acabou!! 😉

Espero que tenham gostado, até mais lulusss ❤

Mudar…de País!

Já passou alguma vez na cabeça de vocês sair do Brasil? Seja para estudar e ficar fora por um tempo, ou tentar uma nova vida e começar do zero em outro país? As vezes na muvuca diária do metrô, sumir de tudo isso aqui passa pela minha cabeça, mas eu sempre arrego no final…mas sempre tive curiosidade de saber como é estar num lugar desconhecido e mudar sua rotina totalmente em outro país! Só de pensar meu ❤ dá uns saltos loucos!

Três grandes amigas lindas, driblaram toda a palpitação do ❤ e decolaram para fora, cada uma num país diferente.Dei uma de Marília Gabriela e elas toparam matar um pouquinho dessa minha curiosidade e vão contar como estão se sentindo em MUDAR!

Para começar com a segunda cheia de coragem e energia, vamos conhecer a história de uma mulher sensacional que é a Joelma Murakami (hummm pelo sobrenome já deu pra saber onde ela está?), gente a história e as fotos é de arrepiar e se emocionar! É tudo realmente lindo!

Chega de falar, bora pra entrevista!

10455649_649068638508125_7708889292570746805_nNome: Joelma Murakami
País: Japão
Mora com: Marido e os dois filhos desde maio/2014

Para definir todo esse momento de mudança, a Jo escolheu a música do U2 – Beautiful Day. Dá um play na música para ler toda a entrevista! 🙂

1. Quando decidiu que ia morar fora?
Na vdd a decisão veio através de um estalo, do nada rss! Tínhamos ido a um passeio, curtimos, e na volta, veio alguns pensamentos de como seria bom estarmos lá. Como já havia estado no Japão, tinha saudades e sabia o quanto era seguro (financeiramente e fisicamente) estar aqui e queria dar aos meus filhos um pouco de conhecimento dessa cultura tão única.

2. Qual o principal objetivo da viagem?
Meu marido e eu tínhamos um veículo de carga e através disso conhecemos São Paulo inteira (pasmem rss, morando há 28 anos em São Paulo e não a conhecia) conhecemos uma São Paulo de diversos contrates, fazíamos uma entrega em 1 prédio de luxo, andávamos mais 100mts e fazíamos outra entrega em uma comunidade em que os moradores, desconfiados, nos olhavam com atenção. A cada dia era uma aventura diferente, não existia monotonia! Até nós divertíamos rss. Até que um dia sofremos uma tentativa de assalto aff, meu mundo mudou, meu coração não queria ficar no lugar rss! Passou, tínhamos que continuar e ….de novo, tentativa de assalto. Dai as coisas mudaram, o que antes era aventura agora era medo! Saiamos e não sabíamos se iríamos voltar! Era agoniante. Mas tínhamos que trabalhar. Quando denovo sofremos um assalto.
E tudo isso criou um contexto para sairmos do Pais, ajudou muito na nossa decisão!
Nosso principal objetivo não é financeiro, e sim poder criar nossos filhos em segurança e não ter medo de sair para o trabalho.

10749149_719035124844809_108960944_n
3. Qual foi a sensação que teve quando o avião deu partida para o seu destino?

A sensação foi de vida nova, tudo novo! Um pouco de medo tb neh, pq tudo q é novo na vdd me causa medo rss! Mas o medo passou logo, ficou a sensação de “novidades”.

4. A viagem está sendo como esperado ou está indo além das suas expectativas?
Está indo além da minhas expectativas. Todos os dias me surpreendo com algo novo, seja com meus filhos, meu trabalho, a cultura, enfim….a cada dia uma nova descoberta!!

10748627_719035184844803_488686127_n
10736119_719035178178137_1560903006_n
5. O que tem de mais legal no país que está? Quais os lugares que visitou e indica?
No Japão há um diversidade de pontos turísticos, para todos os gostos e todas as idades. As crianças adoram o Parque da Disney, aliás não só as crianças rss! Um mundo inteiramente lúdico! Cada detalhe é perfeito! Encantamento do início ao fim!
Para os mais aventureiros tem o Parque Universal Studios, aventura do início ao fim, e já estamos programando nossa ida! Para os aventureiros que tem fôlego e disposição, o incrível e majestoso Monte Fuji. Vc consegue avista-lo em quase todos os pontos do Japão.
Para os mais tradicionais e românticos, os belos templos milenares!
E como esquecer da incrível torre Sky Tree, pasmem meninas, com 6 3 4 mts ! Um dos mais novos pontos turísticos mais visitados do Japão!
E mais diversos de outros lugares lindossss, dignos de serem visitados diversas e diversas vezes.

10744755_719035344844787_1806100635_n
10744951_719035234844798_1904495462_n
10751947_719035244844797_2009051101_n

10744619_719035881511400_1099462461_n
10736212_719035868178068_1948850373_n
6. Como faz para lidar com a saudade?
Essa parte é mais difícil rss. A cada dia ela aumenta mais. Saudades da minha mãe querida, meus irmãos, minhas sobrinhas. Procuro falar com eles todos os dias. Oro por eles sempre! Mas não posso focar meus pensamentos na saudade senão fica impossível.
Sinto saudades de coisas que não achei q fosse sentir: saudades do pão francês quentinho da padaria da rua de baixo, saudades do arroz com feijão da mamãe, saudades da pizza de calabresa hunnnn (já me deu água na boca) saudades de carros com som alto kkkkk, saudades da alegria de final de semana do brasileiro.
Enfim….saudades!!

7. Quem você gostaria que aparecesse ai do seu lado num passe de mágica?
Minha mãe!!! Ahhhh minha mãezinha, que saudades! Somos mais que mãe e filha, somos amigas de verdade! E tê-la aqui por um instante seria maravilhoso.

8. Já consegue falar a língua e entender facilmente?
Ainda não rss, tenho que estudar muitoooo! E ainda trabalhando só com brasileiros vai demorar um pouquinho mais rss! Mas, chego lá!!

9. O que não fazia de jeito nenhum aqui no Brasil e quando se deu conta estava fazendo tranquilamente ai?
– Sair depois das 21:00hs sem antes olhar para os lados, para trás.
– Parar nós faróis a noite sem sentir medo.
– Ir de bicicleta a todos os lugares.

10. Conte-nos o que aprendeu e está aprendendo com essa experiência de morar fora. Qual a lição que tira de tudo que está vivendo?
Quando vc viaja ou muda para fora do seu pais, abre-se um horizonte de possibilidades incríveis!
Conhecer novos povos, novas culturas, novos sabores, nos traz um amadurecimento mental e espiritual imenso! Todos os dias uma nova descoberta e é aí que vem as inevitáveis comparações neh!!! Pq aqui é assim e assim é lá. Mas tudo isso faz parte do nosso crescimento e a ” bagagem” adquirida aqui nos ajudará muito na convivência no Brasil, assim como a “bagagem” adquirida no Brasil nós ajudou aqui! E isso ninguém tira de nós! E mesmo com todos os nossos tropeços e sofrimentos, nos tornamos cada dia mais ricos intelectualmente e espiritualmente!!


10754868_719035248178130_1965000868_nGente que história, que fotos lindasss!!!

Jo, muito obrigada por nos contar um pouco da sua história e encher nosso coração de tanta coragem, amor e alegria com sua família linda!!! ❤

Espero que tenham gostado pessoal!

Podem aguardar que vai vir muita história linda por aiii viuuuu!?

bjos Lulusss ❤